A população de jaguares selvagens do México cresceu 20% nos últimos oito anos.

cria de jaguar brinca com a progenitora

São boas notícias para uma espécie cujos números têm vindo a diminuir: a população de jaguares selvagens do México cresceu 20% nos últimos oito anos, totalizando agora 4800 animais, segundo estimativas de um novo estudo.

“A presença de jaguares garante que estes ecossistemas funcionam, através do controlo das populações de herbívoros, e é também um indicador da boa saúde dos ecossistemas”, disse Heliot Zarza, vice-presidente da National Jaguar Conservation Alliance.

Segundo Gerardo Ceballos, o investigador que liderou o estudo, o programa de conservação iniciado em 2005 e supervisionado pelo serviço de parques nacionais do México impulsionou os números desta espécie, classificada pela União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN) como “quase ameaçada”.

No dia 1 de março, 14 países da América Latina assinaram um acordo nas Nações Unidas para a implementação de um programa de conservação regional para os grandes felinos até 2030, dando assim mais um impulso à preservação do jaguar.
Foto: Cria de jaguar (Tambako The Jaguar/Flickr)

Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.