A McDonald’s anunciou que vai deixar de usar palhinhas de plástico nos seus restaurantes no Reino Unido e na Irlanda.



A McDonald’s anunciou que vai deixar de usar palhinhas de plástico, a partir de setembro, nos seus restaurantes no Reino Unido e na Irlanda. As novas palhinhas serão feitas de papel de fontes sustentáveis certificadas.

“Os nossos clientes disseram-nos que queriam ver uma mudança no que toca às palhinhas”, explicou a empresa, que utiliza 1,8 milhões destes tubinhos diariamente só no Reino Unido.

As palhinhas costumam ser feitas de plásticos, como o polipropileno e o poliestireno, que demoram centenas de anos a decomporem-se. Muitos destes canudos de plástico acabam no mar, onde poluem os habitats marinhos e podem provocar ferimentos aos animais, como a tartaruga marinha resgatada na Costa Rica, em 2015, com uma palhinha de 12 centímetros na narina.

A decisão da cadeia de fast food foi saudada por Michael Gove, secretário para o Ambiente do Governo britânico, que a considerou uma “contribuição significativa” para ajudar o ambiente e um “bom exemplo para outras grandes empresas”.

A proibição não abrangerá os restaurantes no resto do mundo, mas a empresa vai testar a iniciativa em alguns restaurantes nos EUA, França e Noruega.


Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.