Os cidadãos suíços vão poder votar na proibição da utilização de pesticidas sintéticos num referendo.

Suíça

Mais de 100 mil cidadãos suíços assinaram uma petição que pede a proibição da utilização de pesticidas sintéticos e que se aplica a todos os agricultores, indústrias e alimentos importados. A petição formal será apresentada à Chancelaria Federal, em Berna, a 25 de maio, sendo que alcançou assinaturas suficientes para que ocorra um referendo.

O Conselho Federal suíço tem um ano para dar recomendações ao parlamento e os legisladores têm mais dois anos para agendar uma votação ou para apresentar uma contra-iniciativa que poderá constar na votação, conta o JN.

O processo pode demorar cerca de três anos até os eleitores poderem votar. Caso seja aprovado, os pesticidas sintéticos serão eliminados ao longo de um período de 10 anos.

A Suíça é o lar da maior fabricante mundial de pesticidas, a Syngenta.

Os Estados-membros da União Europeia aprovaram, no dia 27 de abril, uma proposta que proíbe o uso ao ar livre de inseticidas perigosos para as abelhas.

Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.