"A Ganha-Pão" é um filme de animação que celebra a coragem de uma menina afegã para desafiar o regime Talibã e sustentar a sua família, vestindo-se de rapaz.

A Ganha-Pão

Parvana, uma menina afegã de 11 anos, vive com a sua família numa pequena casa em Kabul, no Afeganistão. Cresce a ouvir histórias contadas pelo seu pai, enquanto o ajuda no mercado, onde ele lê e escreve cartas para outras pessoas como sustento.

Um dia, o pai é preso e a vida de Parvana muda drasticamente. Num país sob o domínio talibã, onde as mulheres não são autorizadas a sair de casa sem serem acompanhadas por um homem, a família deixa de ter uma pessoa que a sustente ou que faça as compras.

Parvana decide então cortar o cabelo e disfarça-se de rapaz, vestindo as roupas que em tempos pertenceram ao seu irmão mais velho, e torna-se no ganha-pão da família. Entretanto, faz uma amiga, Shauzia, que também trabalha vestida de rapaz.
Apesar do risco que corre, Parvana tenta encontrar uma forma de resgatar o seu pai.

A Ganha-Pão

"Ergue as tuas palavras, não a tua voz. É a chuva que faz as flores crescer, não o trovão", ouvimos na longa-metragem.

Ao longo do filme de animação, são-nos apresentados, por vezes de uma forma subtil, problemas da sociedade afegã, como a falta de direitos e de autonomia das mulheres, os casamentos infantis, as mortes causadas por minas terrestres, a violência física contra as mulheres, os subornos, o trabalho infantil, o analfabetismo, os casamentos arranjados, a misoginia, a guerra e o uso de armas por parte de jovens.

Em 2009, a estúdio de animação irlandês Cartoon Saloon estreou a sua primeira longa-metragem “O Segredo de Kells” (The Secret of Kells) e, em 2014, “A Canção do Mar” (Song of the Sea).

Vale a pena assistir!

A Ganha-Pão | The Breadwinner
Realizadora: Nora Twomey
Cartoon Saloon, Irlanda, Canadá, Luxemburgo
Ano: 2017
Duração: 94 min
Nomeado para o Óscar de Melhor Longa-Metragem de Animação
Adaptado do livro de Deborah Ellis


Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.