É sempre bom recordarmos os nossos direitos!

Mãe e filha na praia

  • Eu tenho o direito de cometer erros sem me sentir culpado/a.
  • Eu tenho o direito de ser respeitado/a e tratado/a de igual para igual, qualquer que seja o papel que desempenho ou o meu estatuto social.
  • Eu tenho o direito de manter os meus próprios valores, desde que eles respeitem os direitos dos outros.
  • Eu tenho o direito de expressar os meus sentimentos e opiniões.
  • Eu tenho o direito de expressar as minhas necessidades e de pedir o que quero.
  • Eu tenho o direito de dizer NÃO e não me sentir culpado/a por isso.
  • Eu tenho o direito de pedir ajuda e de escolher se quero prestar ajuda a alguém.
  • Eu tenho o direito de me sentir bem comigo próprio/a sem sentir necessidade de me justificar perante os outros.
  • Eu tenho o direito de mudar de opinião.
  • Eu tenho o direito de dizer “eu não estou a perceber” e de pedir que me esclareçam ou ajudem.
  • Eu tenho o direito de fixar os meus próprios objetivos de vida e lutar para que as minhas expectativas sejam realizadas, desde que respeite os direitos dos outros.

(Autor desconhecido)

Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.