Foi lançada uma petição que pede o fim da utilização do plástico descartável nos bares e estabelecimentos da Universidade do Minho.



Foi lançada uma petição que pede o fim da utilização do plástico descartável nos bares e estabelecimentos da Universidade do Minho.

A petição foi criada por Paula Jorge, Investigadora Pós-Doc no Centro de Engenharia Biológica da Universidade do Minho, e chama a atenção para o aumento do uso dos plásticos descartáveis no recinto universitário, que podem ser substituídos por “alternativas não-descartáveis”.

"A indústria do plástico é extremamente poluente, uma vez que recorre a combustíveis fósseis para a produção deste material", contou Paula Jorge ao P3. "[O plástico] acarreta malefícios para o ambiente quando não descartado corretamente e, mesmo no caso da reciclagem, impõe gastos de energia." Reciclar "é sempre o último recurso". "Devemos tentar reduzir ao máximo o consumo deste tipo de materiais."

Os Serviços de Ação Social da Universidade do Minho (SASUM) informaram, no início deste mês, a Rádio Universitária do Minho (RUM) de que têm a intenção de apresentar, dentro de algumas semanas, um plano estratégico de sustentabilidade, com medidas com vista a “reduzir determinado tipo de consumos” de plástico e papel, e a apostar na utilização de produtos biodegradáveis.

Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.