O Governo inglês revelou que vai proibir o uso de animais selvagens em circos a partir de 2020.



O Governo inglês revelou que vai proibir o uso de animais selvagens em circos a partir de 2020. Com esta medida, a Inglaterra juntar-se-á aos outros países das ilhas britânicas, como a Escócia e a Irlanda, que já anunciaram proibições semelhantes no ano passado. O País de Gales também está a ponderar introduzir esta medida.

“Permanecemos firmes no nosso compromisso para proibir os circos com animais selvagens e pretendemos introduzir a proibição antes de as [atuais] normas expirarem em janeiro de 2020”, explicou um representante do Ministério do Ambiente, da Alimentação e dos Assuntos Rurais.

Há muito que os ativistas vêm a denunciar os maus-tratos e a negligência a que os animais do circo estão muitas vezes sujeitos.

“As necessidades complexas dos animais selvagens nunca podem ser devidamente satisfeitas num ambiente como o do circo, e o transporte regular, a acomodação temporária exígua e inóspita, o treino e as atuações forçadas são tudo realidades inevitáveis para os animais”, disse David Bowles do grupo RSPCA, que saudou a notícia da proibição com entusiasmo.


Vídeo: Os circos com animais selvagens em 60 segundos

Apenas dois circos possuem, atualmente, licenças para a utilização de animais selvagens no Reino Unido.

Tanto a Federação dos Veterinários da Europa (FVE) como a Associação Veterinária Britânica se opõem aos espetáculos de circo com animais selvagens, tendo a última destas organizações declarado que “as exigências em matéria de bem-estar dos animais selvagens não domesticados não podem ser satisfeitas num circo itinerante – no que diz respeito à acomodação ou à capacidade de expressar o seu comportamento natural”.

Recentemente, a Itália proibiu o uso de animais selvagens em circos, juntando-se a uma lista crescente que também inclui a Roménia e a Eslováquia.

Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.