Os estudantes da Universidade disseram “Não à Garraiada”.

Universidade de Coimbra

No dia 13 de março, a continuidade da garraiada no programa de festas da Queima das Fitas foi a referendo. A questão que foi colocada era a seguinte: “Deve o evento garraiada continuar no programa oficial da Queima das Fitas?”.
O “Não à Garraiada” obteve 3932 votos (70,71%) e o “Sim à Garraiada” obteve 1484 votos (26,69%), registando-se ainda 1,73% de votos brancos e 0,88% de nulos.

Em fevereiro, a Comissão Organizadora da Queima das Fitas tinha decidido, “por unanimidade, propor a abolição da garraiada como evento tradicional da festa”.
Depois desta posição, o Conselho de Veteranos e a Associação Académica de Coimbra acordaram em realizar referendo aos estudantes sobre o futuro da garraiada.

Em 2016, a Queima das Fitas do Porto suspendeu a garraiada académica, devido à “fraca adesão dos estudantes” nos últimos anos e à “queda da tradição tauromáquica”.


Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.