Não deite os óleos usados dos fritos na sanita ou no ralo da banca da cozinha

Não deite os óleos usados dos fritos na sanita ou no ralo da banca da cozinha

26 de Dezembro, 2017 0

Sabia que os óleos alimentares usados, quando indevidamente descartados, provocam problemas nos sistemas de tratamento de águas residuais (ETAR)? E que 1 litro de óleo doméstico deitado no ralo da banca da cozinha pode contaminar 1 milhão de litros de água?
É por isso importante que os encaminhe para um destino adequado.

O que deve fazer

Depois de fritar batatas fritas, azevias, coscorões, filhoses, etc., deve deitar o óleo usado frio numa garrafa de plástico com a ajuda de um funil e quando estiver cheia deve colocá-lo num oleão (da sua freguesia ou de uma das várias lojas do Pingo Doce).

Este óleo é depois transformado em biodiesel (por exemplo, 1000 litros de óleo usado permitem produzir entre 920 a 980 litros de biodiesel), em sabão, velas, óleo, verniz, tintas, etc.

Os óleos que pode colocar num oleão

Óleo de girassol, soja, palma e colza, azeite e óleos de latas de conservas.

O que não pode colocar na garrafa

Óleo lubrificante de motores (uma vez que é um resíduo perigoso que impede a valorização do óleo alimentar usado), margarina e resíduos de alimentos (que devem ser deitados no lixo).

Segundo alguns estudos, não deve utilizar mais de 6 vezes o óleo de fritar, para que este não lhe faça mal à saúde.

Consulte a lista dos locais onde pode entregar o óleo usado em Lisboa aqui.

2ª Foto: Câmara Municipal de Coimbra

Comentários
Deixe uma resposta

Your email address will not be published.