Operário cria jogo “Onde está Wally?” em obras para entreter crianças hospitalizadas

Operário cria jogo “Onde está Wally?” em obras para entreter crianças hospitalizadas

4 de Agosto, 2016 0

Onde está Wally nas construções

Quando Jason Haney foi contratado para trabalhar no projeto de construção do Memorial Children´s Hospital, no Indiana, ele quis fazer algo para alegrar os dias das crianças internadas no hospital. Afinal, esta é uma realidade bem conhecida pelo trabalhador da construção civil. A sua filha sofreu um ataque cardíaco quando ainda estava na barriga da mãe e, aos 3 anos, foi diagnosticada com lesões cerebrais que, segundo os médicos, poderiam limitar, permanentemente, a sua capacidade de aprender.

Para animar as crianças internadas, Jason começou por fazer um boneco de neve que vestiu com um colete e um capacete de trabalhador das obras. “Foi um grande sucesso”, contou ele à ABC News.
Quando a neve derreteu, o trabalhador substitui o boneco de neve por um insuflável, juntamente com um Sponge Bob também insuflável. Enquanto os prendia, um dos eletricistas disse-lhe, em jeito de brincadeira, que seria divertido fazer-se um jogo “Onde está o Wally?” nas obras. Isto fez Jason pôr mãos ao trabalho, criando, assim que chegou a casa, um “Wally” (personagem originalmente chamada “Waldo”) feito de madeira contraplacada e tinta.

Foi este o início do jogo. Jason tem escondido o seu “Wally” nas obras desde abril e as crianças não podiam ter ficado mais entusiasmadas com o jogo. “Tenho visto as crianças correr para a janela e procurar o Wally”, declarou Heidi Prescott, especialista em assessoria mediática do hospital. “Alegra, verdadeiramente, o dia deles.”
O jogo tornou-se tão popular que o seu autor criou um grupo no Facebook que dá às crianças hospitalizadas pistas para encontrar o Wally, através de fotos ou dicas. Assim que o encontram, as crianças identificam-no nas fotografias. “É como eu sei que elas o descobriram”, explica.

Jason Hane planeia continuar a esconder o seu Wally no local, apesar de este medir 2,40 m e de pesar cerca de 25 kg e ainda tem mais uma surpresa para estas crianças – está a construir uma equipa de Minions (“Mínimos” em português) para esconder também no seu jogo. “São mais fáceis de transportar”, disse.
E como esta é uma história cheia de finais felizes, a filha de Jason – que os médicos acreditavam que teria problemas de aprendizagem – concluiu o ensino secundário e prepara-se para entrar na Universidade.

Onde está Wally nas construçõesOnde está Wally nas construções

Comentários
Deixe uma resposta

Your email address will not be published.