Wood One, a fábrica portuguesa que funciona 100% a energia solar

Wood One, a fábrica portuguesa que funciona 100% a energia solar

23 de Julho, 2016 4

Wood One

A Wood One, em Paredes, é a primeira fábrica do mundo autossustentável a energia solar. Tem 1485 painéis solares, sendo que cada um é capaz de produzir 400 kw por hora.
É uma empresa de mobiliário de escritório, geriátrico, hospitalar, escolar e de hotelaria de Lordelo, e há 8 anos esteve em vias de falir.

“Em 2008, a empresa faturava 500 mil euros, tinha 21 funcionários e estava prestes a encerrar. Decidi comprá-la, mantive os funcionários e investi em novas instalações e máquinas que nos permitiram fazer o que a concorrência não fazia”, explica Manuel Luís Martins, CEO da Wood One.

A autossuficiência energética da fábrica era uma necessidade evidente: “só em energia elétrica, temos uma conta mensal de 7000 euros”.
As aparas de madeira recolhidas nas máquinas de corte de madeira são também aproveitadas para aquecer as estufas de pintura e a própria fábrica no Inverno.

“A única coisa que me tem aborrecido é que o contrato não me permite doar a energia que sobra durante o fim-de-semana quando não estamos a trabalhar. Tenho desgosto em pensar no desperdício, por isso estou a pensar criar postos de carregamento de veículos elétricos dentro da empresa para, ao fim de semana, as frotas das autarquias poderem vir aproveitar gratuitamente o que produzirmos. Caso contrário, temos de desligar os painéis para não haver sobrecarga”, diz o empresário.

Fonte: DN
Foto: Igor Martins

Comentários
4 comments on “Wood One, a fábrica portuguesa que funciona 100% a energia solar
  1. Mel

    Olá Mab 🙂 Criei um passatempo na página e convido-te a participar: http://bit.ly/29SflAC

    Beijinho*

    23 de Julho, 2016 Reply
  2. UniPlanet

    Olá Mel,
    Obrigado. Vou participar e divulgar 🙂

    Um abraço

    23 de Julho, 2016 Reply
  3. Anónimo

    Olá Mab.

    Há hoje em dia várias formas de censura, especialmente nos blogues. Umas mais divertidas que outras.

    Tem calma que não estou a referir-me a este espaço.

    Estou a falar do espaço da menina Mel. Já lá tinha comentado, e pelos vistos o meu pensamento é forte demais. Vai daí a maneira divertida de afastar pessoal indesejado é limitar o comentário via contas.

    A menina Mel já só gosta de receber comentários de pessoas com contas na google, os restantes animais… é para esquecer!

    Deixo aqui o comentário que ia escrever no blogue da Mel, nesta mensagem

    "Já não tenho paciência para ouvir, e muito menos responder, às perguntas "Ah! Não comes carne? E peixe? Nada? És vegetariano?"

    Passei apenas a responder "Não! Só deixei de ser necrófago".

    E pronto. O silêncio saudável regressa.

    O motivo? Compaixão."

    Be cool

    23 de Julho, 2016 Reply
  4. Anónimo

    Esqueci-me! Se não posso escrever o que penso, também deixei de seguir o blogue.

    Be cool

    23 de Julho, 2016 Reply
Deixe uma resposta

Your email address will not be published.