Otites e Alergias Alimentares

Otites e Alergias Alimentares

13 de Março, 2016 0

As otites são uma das razões mais comuns das consultas pediátricas e, apesar dos antibióticos, algumas crianças têm infeções nos ouvidos consecutivas.
É possível que as alergias alimentares apresentem um papel importante nas otites. Crianças alérgicas a alimentos sofrem frequentemente de congestão e, com a acumulação dos fluidos e das bactérias no tubo que liga o nariz ao ouvido médio, as infeções tornam-se mais prováveis.

Um estudo realizado pelo Dr. Talai M. Nsouli, professor de Alergologia e Imunologia na Universidade de Georgetown, constatou que 81 de 104 crianças com otites recorrentes apresentavam alergias alimentares. Quando o Dr. Nsouli receitou às crianças dietas que excluíam os alimentos a que tinham alergia, a maior parte registou melhorias significativas. As crianças que tinham melhorado foram depois autorizadas a voltar a ingerir aqueles alimentos e 94% tiveram novamente otites.

Desta forma, as crianças com otites recorrentes devem ser levadas a consultas de alergologia.

Distribuição das frequências das alergias alimentares das 81 crianças:

Leite de vaca – 38%
Trigo – 33%
Clara do ovo – 25%
Amendoim – 20%
Soja – 17%
Milho – 15%
Laranja – 10%
Frango – 5%
Maçã – 4%

Fonte: Silcom

Comentários
Deixe uma resposta

Your email address will not be published.