Lei da Suíça Determina que os Animais Devem ser Adotados em Pares

Lei da Suíça Determina que os Animais Devem ser Adotados em Pares

30 de Março, 2016 9

Dois gatos dentro de uma caixa

Embora não nos lembremos disto, os animais que vivem sozinhos sofrem também de solidão.

Segundo o Techly, na Suiça é agora proibido que as pessoas tenham apenas um porquinho-da-índia, pois as autoridades reconhecem que os animais são altamente sociais e precisam da companhia de outros da sua espécie, para se sentirem bem.
Este país já tinha em 2008 introduzido outras leis relacionadas com os direitos dos animais.
Os gatos que vivem sozinhos dentro de ambientes fechados, devem ter acesso ao exterior da casa ou devem poder ver outros gatos pela janela, caso contrário, terão que viver com pelo menos outro gato dentro da casa, respeitando assim os seus “direitos sociais”.

Antes de adotarem um cão as pessoas têm que fazer um curso que engloba duas ou três lições teóricas e um treino prático.
Outros países deveriam seguir este exemplo para assegurar o bem estar dos animais que vivem em ambientes fechados.

Fontes: Techly e ANDA

Comentários
9 comments on “Lei da Suíça Determina que os Animais Devem ser Adotados em Pares
  1. Unknown

    Sensacional abordagem!!! jis tinha refletido sobre isso!

    31 de Março, 2016 Reply
  2. Thais

    Excelente ideia!Sempre defendi isso! Vamos aproveitar e divulgar bastante!

    1 de Abril, 2016 Reply
  3. Nati Witezorek

    Sempre pensei assim,sempre falo que ao invés de um se tenha 2 pq eles se sentem menos sozinhos e são mais felizes! Vou embora pra Suíça, lá se pensa como eu! kkkkk

    1 de Abril, 2016 Reply
  4. Naninha

    Perfeito! Tenho 3 gatos, se pudesse teria mais…

    2 de Abril, 2016 Reply
  5. Unknown

    Estou vivendo isso encontrei duas cachorrinhas na rua passou na cabeça vou ficar com uma e optei por ficar com as duas foi a melhor decisão as duas brincam juntas, dorme juntas, uma fica pra baixo a outra lambe a orelhinha para ela ficar bem.!Antes de castrar até o cio ficaram juntas. Se eu não tivesse adotado as duas jovens juntas eu teria cometido um crime em separar.

    2 de Abril, 2016 Reply
  6. Graça Quintao

    Tenho também experiência. Nunca tive bicho só. Quando a Ágata surgiu em minha vida, tratei logo de conseguir um companheirinho pra ela e foi o Nemo que me surgiu. Dai pra cá, desde 2004, são muitas histórias de amor.

    2 de Abril, 2016 Reply
  7. Kesliche

    Acho fabuloso. Nós cá fizemos isso do início e temos aumentando a nossa prole quando algum precisa. (também fizemos isso com as filhas:))

    3 de Abril, 2016 Reply
  8. Unknown

    Ideia perfeita.

    14 de Junho, 2016 Reply
  9. Unknown

    Ideia perfeita.

    14 de Junho, 2016 Reply
Deixe uma resposta

Your email address will not be published.