Chinelos Velhos Tornam-se em Brinquedos na África, Tendo já Tirado 400 Toneladas de Lixo do Oceano

Chinelos Velhos Tornam-se em Brinquedos na África, Tendo já Tirado 400 Toneladas de Lixo do Oceano

13 de Novembro, 2015 2

As praias da costa leste da África estão decoradas com esculturas coloridas de elefantes, javalis, rinocerontes, leões e girafas, algumas em tamanho real, feitas com chinelos de borracha velhos encontrados no mar.

A empresa Ocean Sole tem sede em Nairobi, capital do Quénia, e aproveita chinelos velhos e outros objetos de borracha encontrados nas praias para os transformar em obras de arte.
“A poluição em todos os nossos cursos de água é um grande problema”, diz Church, autora do Projeto. “Os rios estão entupidos com plástico e borracha”. “Quando as pessoas dizem que o oceano é uma sopa de plástico, é porque o plástico não vai embora – ele só se decompõe em partes menores”.
Os resíduos de plásticos demoram 100 a 600 anos a decompor-se e são responsáveis pela morte de peixes e de outros animais marinhos.

Como nasceu o Projeto

Em 1997, Church trabalhava num projeto de preservação de tartarugas marinhas na ilha de Kiwayu, na fronteira entre o Quénia e a Somália. Na altura, ficou chocada com a visão das praias cheias de objetos de plástico que obstruíam a chegada das tartarugas aos seus locais de desova.
Foi lá que viu, também, crianças a fazer brinquedos com o lixo que tiravam do mar. Nesse dia, decidiu fundar uma empresa que iria ajudar a resolver o problema do plástico nos oceanos. A ideia seria limpar as praias e, ao mesmo tempo, impulsionar o desenvolvimento económico e social daquela comunidade, incentivando os moradores locais a recolher, lavar e processar estes materiais para terem uma fonte de rendimento.

Fonte: Ocean Sole e Razões para Acreditar

Veja também: Brinquedos da África

Comentários
2 comments on “Chinelos Velhos Tornam-se em Brinquedos na África, Tendo já Tirado 400 Toneladas de Lixo do Oceano
  1. Unknown

    Espectaculares 🙂
    Por acaso ando a tentar fazer brinquedos também com materiais velhos. Acho que é algo com bastante potencialidade.

    Sónia
    http://www.tantolixotantoluxo.blogspot.com

    13 de Novembro, 2015 Reply
  2. UniPlanet

    Olá Sónia,
    Um trabalho muito criativo e com impacto positivo social e ambiental!
    Um abraço,
    Mab

    20 de Novembro, 2015 Reply
Responder a Unknown Cancelar resposta

Your email address will not be published.