As peles estão fora de moda!



O governo da Noruega comprometeu-se a encerrar a indústria de produção de peles até 2025, fechando as 300 quintas do país - onde cerca de 1 milhão de raposas e visons são criados por causa das suas peles.

A decisão é o resultado de 28 anos de protestos e campanhas contra o uso de peles realizados pela organização de defesa dos direitos dos animais norueguesa (NOAH).
"Estamos muito contentes por ver um compromisso inequívoco por parte do governo norueguês para proibir todas as quintas de produção de peles", disse Ruud Tombrock, diretor executivo da Humane Society International.

Nos últimos meses, marcas de moda de luxo, como a Gucci, retiraram as peles das suas coleções, o que demonstra o declínio do uso de peles de animais na moda. "Os consumidores estão a virar as costas ao comércio sangrento das peles", disse Tombrock. "E é por isso importante que os políticos noruegueses permitam que a Noruega se junte à lista crescente de países compassivos que recusam a cruel produção de peles dentro das suas fronteiras".

Com este passo, a Noruega juntou-se ao grupo de países que já decretaram proibições totais ou parciais das quintas de produção de peles de animais, entre os quais o Japão, a República Checa, a Índia e a Croácia.

Foto: Fabian Bimmer | Reuters


Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.