Milhares de sementes foram lançadas de um avião nas zonas mais atingidas pelos incêndios.

Avião

Milhares de sementes foram lançadas de um avião nas zonas mais atingidas pelos incêndios, durante a primeira fase do projeto "Semear Portugal por via aérea", uma ação conjunta do movimento cívico "Replantar Portugal", da Take C'Air Crew Volunteers, da Quercus e da empresa de serviços aéreos Avitrata.

O UniPlanet falou com Patrícia Lucas, Coordenadora Geral da Take C'Air Crew Volunteers, que nos contou como nasceu este projeto.


UniPlanet (UP): Como surgiu a ideia para o Projeto “Semear Portugal por via aérea”?

Estava junto dos municípios, no âmbito de um outro projeto, a fazer o levantamento das necessidades pós-incêndios e como nem todos respondiam aos e-mails recorri às suas páginas de Facebook. Durante a pesquisa encontrei o Movimento Replantar Portugal e em conversa telefónica surgiu esta ideia e eu disse que a tentaríamos pôr em prática. A Take C'Air Crew Volunteers fez os convites à Quecus, com quem já trabalhávamos, e à Avitrata para se juntarem a nós e conseguiu ainda o apoio do MAFDR e do ICNF.


UP: O projeto tem várias fases, sendo que a primeira decorreu no dia 6 de dezembro. Que municípios vão ser abrangidos?

A primeira fase decorreu dia 6 e 7 de dezembro, tendo abrangido os Municípios de Oliveira do Hospital, Gouveia, Nelas, Tondela, Mangualde e Seia.


UP: Que espécies de sementes foram lançadas no dia 6? Qual o objetivo do lançamento destas sementes?

Foram lançadas gramíneas e leguminosas, usadas em pastagens, cujo crescimento é rápido e que vai servir para ajudar a reter as terras nas zonas íngremes e de difícil acesso e para as azotar (alimentar).


UP: Numa segunda fase, vão lançar sementes de árvores. Já sabem quando decorrerá e quais as variedades de sementes que vão ser lançadas?

Serão árvores autóctones portuguesas e esta fase será desenvolvida em 2018.


UP: Onde podemos encontrar mais informação sobre a Take C’Air?

No nosso blog e no Facebook.


Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.