Os cientistas acreditam que a joaninha asiática é responsável pelo declínio de pelo menos sete joaninhas nativas, só no Reino Unido.

Harmonia axyridis

A joaninha Harmonia axyridis foi amplamente introduzida há mais de duas décadas na Europa, para ajudar os agricultores a controlar as pragas. A espécie, originária do continente asiático, é maior do que as suas parentes europeias e foi introduzida como um agente de controlo biológico para os pulgões nas estufas e nas árvores urbanas.

Contudo, o tempo tem mostrado que estes insetos, que têm muito poucos inimigos naturais na Europa e que são predadores vorazes, também estão a devorar as joaninhas nativas, o que já levou os cientistas a considerar a sua introdução no continente “um grave erro” e a defender que as suas “desvantagens superam em muito o seu único benefício” na luta contra os pulgões.

No Reino Unido, onde chegou, em 2004, principalmente através das frutas e vegetais importados ou levada pelo vento, esta joaninha, que por lá é conhecida como “arlequim”, foi declarada a espécie exótica de mais rápida disseminação, tendo-se propagado a um ritmo superior do que o esquilo-cinzento e o vison-americano, entre outras espécies invasoras.

Os cientistas acreditam que a joaninha arlequim é responsável pelo declínio de pelo menos sete joaninhas nativas.

joaninhas asiáticas

Um novo estudo, publicado na revista científica Insect Conservation and Diversity, mostrou um claro declínio nos números de joaninhas de duas pintas (Adalia bipunctata) observadas em tílias, no Reino Unido, ao longo de um período de 11 anos.

As joaninhas asiáticas representaram até 70% de todas as joaninhas registadas nestas árvores. Os investigadores creem que, como as arlequins se alimentam, por vezes, das joaninhas nativas, esta predação possa ser uma importante força impulsionadora das mudanças observadas.

“Este estudo de campo de longo-prazo mostra até que ponto as joaninhas asiáticas se tornaram numerosas”, disse Peter Brown, investigador da Universidade de Anglia Ruskin e coautor do estudo. “A joaninha de duas pintas costumava ser uma das nossas espécies deste inseto mais abundantes, mas agora é bastante difícil encontrá-la. O estudo mostra mudanças claras na comunidade de joaninhas como resultado do domínio da arlequim.”

Subscrever a Newsletter

Partilha:

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.