As riquezas biológicas da Amazónia valem mais do que o gado, a soja ou a exploração mineira.

Amazónia

Durante uma palestra do USP Talks, no dia 25 de outubro, o cientista Carlos Nobre defendeu que o Brasil deveria investir no conhecimento da biodiversidade.

Segundo o mesmo, as riquezas biológicas da Amazónia valem mais do que o gado, a soja ou a exploração mineira. “O que sempre nos faltou foi imaginação para criar um modelo tropical de desenvolvimento”, afirmou.

Sendo assim, a Amazónia deverá ser a base para o desenvolvimento desta nova “economia tropical” que se baseia na ciência, tecnologia e inovação aplicadas aos “ativos biológicos” naturais da floresta, como, por exemplo, o açaí.



USP Talks é uma iniciativa que procura aproximar a Universidade de São Paulo da sociedade, através de palestras inovadoras sobre temas de grande importância para o Brasil.

Subscrever a Newsletter

Partilha:

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.