A cidade de Vancouver, no Canadá, aprovou uma moção que proíbe a venda de gatos, cães e coelhos em estabelecimentos retalhistas.

Cachorro numa loja

A cidade de Vancouver, no Canadá, aprovou uma moção que proíbe a venda de gatos, cães e coelhos em lojas.

A moção, proposta pela vereadora Heather Deal, nota que os animais dos estabelecimentos de criação comercial podem ser mantidos em “condições horríveis” e ser vítimas de negligência ou maus-tratos.

“Como resultado das condições desumanas em que estes animais são criados, eles sofrem, muitas vezes, de doenças e outros problemas físicos, emocionais e comportamentais”, pode ler-se no texto da moção.

“Não é o que as pessoas querem na cidade de Vancouver”, disse a vereadora. “Recebemos mais de 1200 emails de pessoas que nos pediam para implementar esta proibição.”

As lojas passarão a exibir, nas suas instalações, apenas animais de estimação para adoção, provenientes de associações e abrigos creditados.

Subscrever a Newsletter

Partilha:

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.