Portugal é dos países mais tolerantes do mundo, concluiu um estudo da Gallup International Association.

Elétrico de Lisboa

Um estudo da Gallup International Association concluiu que a maioria das pessoas no mundo acredita que nenhuma religião, raça ou cultura é superior a outra, conta o Jornal Económico.

Portugal encontra-se ao lado dos países como a Suécia, a França, a Islândia, a Letónia, a Espanha, a Argentina e o Canadá que mais discordaram da ideia de que existe uma “superioridade racial, religiosa ou cultural”.

Mapa

“Os países que se sentem estáveis e não-ameaçados apresentam baixos níveis de superioridade religiosa, cultural ou racial”, explicou Kancho Stoychev, presidente da Gallup International Association.

A instabilidade e os conflitos internos são apontados, por este estudo, como motivos que levam os países a acreditar na noção de superioridade racial.

Dos 66 países analisados, oito (Paraguai, Bangladesh, Palestina, Gana, Líbano, Nigéria, Indonésia e Macedónia) concordaram na superioridade de religião, raça ou cultura.

Gráfico

De acordo com o Global Peace Index 2017 (Índice Global de Paz – GPI), realizado pelo Instituto para a Economia e Paz (IEP), Portugal é o terceiro país mais pacíficos do mundo.

Subscrever a Newsletter

Partilha:

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.