A Suíça aprovou, num referendo, uma proposta governativa para o encerramento faseado das 5 centrais nucleares.

Central nuclear

A Suíça aprovou uma proposta governativa para o encerramento faseado das cinco centrais nucleares, através de um referendo realizado no dia 21 de maio. As centrais são atualmente responsáveis pela produção de cerca de um terço da energia elétrica suíça.

“Este é um dia histórico para o país”, afirmou Adele Thorens Goumaz, deputada do Partido Verde suíço. “A Suíça vai finalmente entrar no século XXI no que respeita à energia”, acrescentou.

A medida aprovada na Suíça, com 58,2% dos votos a favor, entrará em vigor a partir de janeiro de 2018. Recentemente, também a Alemanha anunciou que irá encerrar todas as centrais nucleares até 2022.

Com o encerramento das centrais nucleares, o governo suíço abraçará as energias renováveis, como a hidráulica, solar, eólica, geotérmica e de biomassa.

“O resultado mostra que a população quer uma nova política de energia e não aceita novas centrais nucleares. A lei impele o nosso país para um futuro de energia moderna”, disse Doris Leuthard, ministro da Energia.

Subscrever a Newsletter

Partilha:

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.