Até 2020, o objetivo é tornar Torba a primeira província de agricultura 100% biológica de Vanuatu.



Um grupo de ilhas do Pacífico Sul – mais concretamente a província de Torba, em Vanuatu – vai proibir a importação de “comida de plástico” estrangeira para promover uma dieta à base de produtos locais e biológicos e assim evitar futuros problemas de saúde.

“Somos a província mais isolada de Vanuatu e até agora a nossa saúde tem-se mantido bastante boa por causa disso, mas queremos continuar a ser saudáveis”, disse Luc Dini, líder da comunidade e diretor do Conselho de Turismo local. Não queremos desenvolver as doenças que vêm com uma dieta de comida de plástico ocidental.”

Grande parte dos habitantes de Torba são agricultores de subsistência e a província orgulha-se de uma abundância de produtos locais, como o inhame, o ananás e a papaia. Segundo Luc Dini, os alimentos importados mais consumidos em Torba são o arroz, os doces, o peixe enlatado e as bolachas.

Com o apoio dos chefes locais, Luc Dini instruiu os bungalows turísticos a oferecer aos seus clientes apenas comida biológica e de produção local, estando planeada a introdução de uma legislação, nos próximos dois anos, que proibirá a importação de toda a comida estrangeira. Fica por decidir se a proibição incluirá a importação de bebidas alcoólicas. Até 2020, o objetivo é tornar Torba a primeira província de agricultura 100% biológica de Vanuatu.

“Se quer viver realmente num paraíso só seu, então deve desenrascar-se com o que tem e tentar viver com a natureza”, declarou Luc Dini.

Subscrever a Newsletter

Partilha:

Comentários:

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.