A Quercus acusou a Misericórdia do Fundão do abate de carvalhos com ninhos de cegonha branca, uma espécie protegida.



A Quercus apresentou uma denúncia às autoridades contra a Santa Casa da Misericórdia do Fundão (SCMF) por crimes ambientais relacionados com o abate de carvalhos com ninhos de cegonha branca, uma espécie protegida.

"Esperamos que sejam apuradas responsabilidades porque a nossa leitura é que houve aqui várias violações à lei, [especificamente] ao decreto-lei 140, que protege estas espécies e estes habitats", sublinhou Samuel Infante, dirigente da Quercus - ANCN.

O abate terá ocorrido há cerca de um mês, em "plena época de reprodução", e segundo o dirigente da Quercus "esta não é a primeira vez que a SCMF procede à desflorestação daquela área".





Subscrever a Newsletter

Partilha:

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.