A Suíça aprovou uma lei que proíbe a venda de cosméticos testados em animais no país.



Em dezembro de 2016, a Suíça aprovou uma lei que proíbe a venda de cosméticos testados em animais no país. A medida surge após o Conselho Federal Suíço ter anunciado, em março, que iria proibir a comercialização de cosméticos com ingredientes testados em animais no estrangeiro.

“Estamos muito satisfeitos com o facto de a Suíça ter deixado de permitir a venda de cosméticos para os quais houve animais a sofrer”, disse a CEO da organização Cruelty Free International, Michelle Thew. “Esta medida é o passo seguinte na nossa campanha de 20 anos para acabar com os cruéis testes em animais, em todo o lado e para sempre. Sem medidas semelhantes em curso, a Austrália, o Brasil, o Canadá, a Rússia e os EUA estão a ficar para trás.”

Em 2016, a Índia proibiu a utilização de testes de Draize em coelhos e Taiwan anunciou que iria banir os testes de cosméticos em animais, a partir de 2019. O governo holandês foi um passo além e anunciou que iria eliminar progressivamente os testes de substâncias químicas em animais, até 2025.

Subscrever a Newsletter

Partilha:

Comentários:

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.