Uma câmara fotográfica desapareceu misteriosamente, alguns meses depois foi encontrada com 7000 fotografias.



Em 2014, a equipa que monitoriza a vida silvestre na Reserva da Faia Brava, localizada no vale do Côa, colocou uma câmara de foto armadilhagem direcionada para uma carcaça de uma vaca que tinha morrido de forma natural. A intenção era acompanhar o uso da carcaça por necrófagos e outros animais. Uns dias depois, a câmara desapareceu do local onde estava. Foi encontrada vários meses depois com estranhos sinais de uso.

As imagens recuperadas do cartão de memória, cerca de 7000 fotografias, desvendaram o que aconteceu à câmara.
Uma raposa decidiu levá-la e tirar fotos à paisagem, a pássaros, a aviões, nuvens, ao pôr-do-sol, nascer-do-sol e várias selfies. Em baixo pode ver algumas das suas fotografias.

















Fonte: Rewilding Europe

Subscrever a Newsletter

Partilha:

Comentários:

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.