Os plásticos descartáveis, como os sacos, os talheres e os copos de plástico, estão proibidos em Deli, na Índia, desde o primeiro dia do ano.



Os plásticos descartáveis, como os sacos, os talheres e os copos de plástico, estão proibidos em Deli, na Índia, desde o primeiro dia do ano. A proibição, aprovada pelo Tribunal Nacional Verde em dezembro de 2016, afeta todo o Território da Capital Nacional de Deli, que engloba a capital indiana, Nova Deli.

As diretivas do Tribunal indicam ainda às autoridades de Deli que tomem “medidas imediatas” para reduzir a quantidade de resíduos em três dos principais aterros, localizados em Okhla, Gazipur e Bhalswa, que funcionam como centrais para produção de energia a partir de resíduos, mas que os moradores acusam de utilizar tecnologias de incineração ilegais, que causam poluição atmosférica, conta o Times of India.
“Cada um destes locais é um retrato da confusão que pode ser criada para o ambiente e para a saúde das pessoas de Deli”, declarou o Tribunal.

As medidas surgem em resposta às preocupações crescentes com a poluição dos plásticos no mar e a deterioração da qualidade do ar no país – a Greenpeace calculou recentemente que a primeira-ministra britânica, Theresa May, durante a sua visita a Deli, respirou ar 36 vezes mais tóxico do que o de Londres.
Estima-se que, todos os anos, os nossos oceanos sejam invadidos por 8 milhões de toneladas de detritos deste material, que colocam em risco a fauna marinha.

Foto: Metro

Subscrever a Newsletter

Partilha:

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.