A história começa com um camião que deixou cair uma caixa de Skittles em Wisconsin e acaba por desvendar uma prática pouco conhecida da pecuária.

Skittles

No dia 17 de janeiro, os habitantes do Condado de Dodge, em Wisconsin, nos EUA, depararam-se com centenas de milhares de Skittles vermelhos espalhados numa estrada e um cheiro adocicado no ar. Mais tarde, as autoridades locais viriam a descobrir que os Skittles provinham de uma caixa que tinha caído de um camião, durante o transporte até ao seu destino. E esta é a parte mais surpreendente da história – estes doces estavam destinados a ser dados como alimento ao gado.

Segundo o que um antigo agricultor contou a um dos filiados da CNN, WBAY, é frequente os fabricantes de doces e as padarias venderem artigos defeituosos para que estes sejam usados para alimentar as vacas, já que providenciam “hidratos de carbono baratos”. Faltava aos doces encontrados na estrada de Wisconsin o característico “S” que deveria marcar cada um deles e a Mars, proprietária da Skittles, confirmou que os doces não iriam ser empacotados e vendidos para os consumidores por causa deste defeito.

Aparentemente, a prática de dar doces ao gado já existe há décadas, mas tornou-se mais popular em 2012, quando os preços do milho dispararam e os agricultores estavam à procura de uma alternativa mais barata para alimentar o gado. “É uma forma muito boa para os produtores reduzirem as despesas com a ração”, disse, na altura, Ki Fanning, nutricionista de gado, à CNN. Já Marilyn Noble da American Grassfed Association defende, num artigo do Marketplace, que as vacas deveriam comer erva, não doces.





A estrada de Wisconsin com Skittles

Subscrever a Newsletter

Partilha:

Comentários:

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.