Organii Eco Market, um mercado bio e ecológico a não perder nos próximos dias 4 e 5 de novembro, em Lisboa.



O Organii Eco Market é o primeiro mercado de lifestyle biológico que vai decorrer em Lisboa, de 4 a 5 de novembro, no Lx Factory, com entrada livre. As marcas, os projetos e os produtos são ecológicos, biológicos e cruelty free. Durante estes dois dias, passarão pelo Organii Eco Market 10 oradores nacionais e 2 referências internacionais Benita Matofska (Economia da Partilha) e Bea Johnson (Desperdício Zero), em vários workshops, palestras e ainda em showcookings.
As refeições durante o evento serão vegetarianas, vegans ou macrobióticas, confecionadas com alimentos biológicos.

Roupa, calçado, acessórios, cosméticos, comida são das maiores indústrias mundiais e infelizmente das mais poluentes para o ambiente e que contribuem largamente para a escravatura humana moderna, incluindo trabalho infantil. No nosso mercado o que se vai encontrar são pequenos negócios mas com grandes ideias, muita energia e completamente transparentes.

O UniPlanet falou com as duas organizadoras do Organii Eco Market, as irmãs Cátia e Rita Curica, para ficar a conhecer melhor este mercado pioneiro em Portugal.


Como surgiu a ideia do Organii Eco Market?

Em 2009, eu e a minha irmã Rita, fundamos a Organii. Mais do que uma loja de cosmética biológica a Organii ganhou forma enquanto resposta à nossa necessidade familiar de ter produtos que acompanhassem um estilo de vida saudável. Hoje, passados 7 anos a Organii cresceu e além de termos as lojas de Cosmética temos, também, lojas de bebé – com puericultura ecológica e um Bio Day Spa. Esse crescimento surgiu como resposta às nossas necessidades e às opiniões dos que sempre nos motivaram e acolheram; a nossa família, os nossos amigos e os nossos clientes.
Com esta partilha diária, este ano, desafiamo-nos a criar um projeto Organii que englobasse todo este modo de vida saudável, de respeito por nós próprios e pelo ambiente que nos rodeia.
Assim surge o Organii Eco market! Um espaço de partilha que pudesse chegar à comunidade.
Do brainstorming inicial à ideia final juntaram-se muitos amigos e parceiros, que partilham connosco valores como o biológico, o comércio justo, o cruelty free e a ecologia.


Além da Organii que outras marcas vão estar presentes?

O Organii Eco Market apresenta-lhe estórias que vale a pena conhecer, que nos fazem sentir bem e de quem gostamos muito! Aqui pode adquirir produtos e serviços com consciência social, ambiental e animal. E ainda por cima lindos, únicos e com muito estilo. Assim, temos marcas ecológicas, artesanais e biológicas como a Organii – cosmética biológica, a Organii bebé, a Greentom, a Cherry Papaya, a Green boots, a Iswari, restaurantes como o Pachamama, o Ink café ou o The Cru, e, também, projetos como a Montra / The Window, A Avó Veio Trabalhar ou a Nheko, quintas biológicas como a quinta do Arneiro, a Belong ou a quinta da Pedra Branca.


Quais as diferenças entre os produtos ecológicos do Organii Eco Market e os que encontramos normalmente nos centros comerciais?

Roupa, calçado, acessórios, cosméticos, comida são das maiores indústrias mundiais e infelizmente das mais poluentes para o ambiente e que contribuem largamente para a escravatura humana moderna, incluindo trabalho infantil. No nosso mercado o que se vai encontrar são pequenos negócios mas com grandes ideias, muita energia e completamente transparentes. É possível conhecer detalhadamente a biografia dos produtos que compra. E perceber o profundo envolvimento das marcas com o design atual, o comércio justo, os recursos do planeta e a sustentabilidade desde as embalagens aos processos de fabrico.


Cátia e Rita Curica
Foto: As organizadoras do evento, Cátia e Rita Curica

Acham que os consumidores estão a ficar mais conscientes e preocupados com a origem dos produtos, se estes são testados em animais e se os direitos dos trabalhadores são respeitados?

Sem dúvida! Assistimos ao crescimento de uma comunidade que tem como principais valores a saúde, a comida saudável, o biológico, o ecológico, o artesanal, o comércio justo, o cruelty free, a herança cultural e que se traduz num consumo cada vez mais consciente.


O vosso programa conta com workshops, palestras e showcookings e ainda com a presença de figuras centrais do movimento do desperdício zero e da economia da partilha. Será que nos poderiam falar um pouco mais?

Temos uma agenda muito completa em que temos vários assuntos a serem discutidos, em diversas áreas. Na área da economia de partilha e economia circular temos a grande referência internacional Benita Matofska, na área da alimentação saudável temos o Francisco Varatojo a falar sobre a macrobiótica, a Gabriela Oliveira a falar sobre alimentação familiar, temos ainda uma dupla, a Cristina Pincho e a Dra. Graça Gonçalves a falarem do parto humanizado e da amamentação, temos a Bea Johnson, responsável pela criação do movimento desperdício zero a vir falar de como podemos aproximarmo-nos do menor desperdício possível. Temos ainda a Joana Limão e a Miss Kale a falarem sobre alimentação anti-aging, Hugo Dunkel sobre a relocalização alimentar e a comida de verdade. Para além de todas estas palestras temos ainda showcookings para demonstrar como realmente a alimentação saudável pode ser saborosa e fácil de fazer. Na sexta-feira temos o restaurante biológico Pachamama a fazer uma demonstração de comida e de pão. No sábado teremos a Dra. Iara Rodrigues, a Isaura Faria, a Joana Alves, o Marco Fonseca do Instituto Macrobiótico de Portugal e ainda uma demonstração de slow food. Teremos também um workshop de sabão artesanal com Ricardo Spencer e um de perfumes com Miguel Matos. Paralelamente na casa Nheko haverá atividades para pais e filhos fazerem juntos em família.


Para terminar, três motivos para as pessoas não perderem o Organii Eco Market.
  1. Desmistificar algumas ideias sobre o consumo Bio e Eco.
  2. Ouvir palestras com figuras internacionais como Bea Johnson e Benita Batofska.
  3. Descobrir como pode fazer a sua Eco-revolução.
Partilha:

Comentários:

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.