Quem comprar uma bicicleta ou moto elétrica, no México, poderá conseguir a devolução de até 25% do seu valor.



Quem comprar uma bicicleta no México poderá conseguir a devolução de até 25% do seu valor. Este e outros benefícios fiscais que visam a mobilidade sustentável foram aprovados pelo Congresso mexicano, em outubro, como parte do orçamento geral do país. O plano aumenta também a diversidade de veículos que conferem direito a deduções fiscais.

À semelhança das bicicletas, na compra de motos elétricas, os contribuintes poderão deduzir até 25% do que gastaram, conta o El País.

Nos últimos anos, o uso de bicicletas no México tem aumentado, em especial nas cidades grandes onde têm sido construídas ciclovias e tem havido um reforço dos regulamentos rodoviários.

O governo pretende ainda incentivar a utilização e venda de automóveis elétricos e híbridos, oferecendo deduções que poderão chegar aos 250 mil pesos (cerca de 11 500€) – uma proposta que poderá cobrir, em alguns casos, 50% do valor do veículo.

O objetivo destas medidas é diminuir os níveis de poluição nas cidades grandes, como a Cidade do México, onde se têm verificado episódios graves de poluição atmosférica.

As empresas que promovam a utilização de automóveis elétricos terão a possibilidade de aceder a um crédito fiscal de até 30% para o investimento na instalação de equipamentos para abastecer estes carros.
Partilha:

Comentários:

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.