Conheça Saalumarada Thimmakka, a indiana de 105 anos, que plantou 300 árvores na estrada da sua aldeia.



Depois de 25 anos de casamento sem filhos, Saalumarada Thimmakka decidiu, juntamente com o marido, começar a plantar árvores ao longo da estrada entre a sua aldeia, Hulikal, e Kudur, no estado indiano de Karnataka. Hoje em dia, aos 105 anos, já são cerca de 300 as árvores que a indiana plantou, que se estendem ao longo de quatro quilómetros da estrada.

O nome Saalumarada (“fila de árvores”) foi-lhe atribuído pela comunidade local, que a vê como uma heroína ambiental. “Tive o destino de não ter filhos. Por causa disso, planeámos plantar árvores, cuidar delas e receber bênçãos. Temos tratado as árvores como nossas filhas, disse a anciã à CNN.

No final de um dia de trabalho no campo, o casal dedicava o seu tempo às árvores, escavando buracos, plantando mudas recolhidas na zona e carregando água, ao longo de vários quilómetros, desde o poço. O seu marido, Bikkala Chikkayya, ajudava a transportar a água e a plantar arbustos espinhosos perto das árvores para as proteger de animais selvagens. Atualmente, já sem a presença do marido, a centenária continua a cuidar das suas figueiras-de-bengala.

Inspirada por ela, existe até uma fundação com o seu nome, que trabalha na conservação da natureza, assim como em diversas causas sociais.

O trabalho de Saalumarada não lhe tem trazido apenas reconhecimento e prémios, também lhe trouxe um tipo de bênção diferente – um filho adotivo. Umesh tem pais, mas tornou-se filho da anciã por ter ficado tão inspirado com o seu trabalho. “Foi um momento muito feliz e auspicioso na minha vida”, conta. Seguiu o exemplo de Saalumarada, sendo atualmente presidente da organização da mãe e administrando um viveiro que distribui árvores pelos agricultores.

Tenho uma sugestão para todos: nascemos como seres humanos e morremos como tal, mas para viver precisamos de preservar a natureza. Não podemos viver sem ela”, disse Umesh.

“Assim como nós plantámos e cuidámos das árvores, todas as pessoas, desde crianças a idosos, deveriam plantar árvores”, convida a indiana de 105 anos. “Será para benefício de todos nós.

Partilha:

Comentários:

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.