Em certas áreas, os especialistas depararam-se com autênticos cemitérios de corais, um desastre para o ecossistema marinho.

Peixes-palhaço

Uma equipa internacional de cientistas viajou até ao arquipélago de Mergui, em Myanmar, para mapear os recifes de corais. Tinha por objetivo criar áreas de proteção e perceber o grau de destruição causado pela pesca com dinamite.

Em certas áreas, os especialistas depararam-se com autênticos cemitérios de corais, um desastre para o ecossistema marinho. Quando os recifes morrem, os peixes que dependem deles para abrigo ou comida acabam também por morrer.

Durante a investigação descobriram também várias redes fantasmas, ou seja, redes perdidas no fundo do mar que continuam a pescar e a matar. Estima-se que em todo o mundo haja 640 mil toneladas de redes fantasma, deixadas para trás, involuntária ou propositadamente, pelos pescadores.


Partilha:

Comentários:

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.