O panda-gigante foi retirado da lista dos animais em risco de extinção.

Panda

O panda-gigante foi retirado da lista dos animais em risco de extinção. Devido ao aumento da população passou para o estado de "vulnerável", informou a União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN) no dia 4 de setembro.

A população deste animal cresceu 17% entre 2004 e 2014, tendo sido contabilizados, num censo de 2014, 1864 pandas-gigantes a viver em estado selvagem, na China. O seu alcance geográfico cresceu também quase 12%, desde 2003, de acordo com um estudo da World Wildlife Fund (WFF).

O governo chinês proibiu a venda de pele de panda em 1981. A criação de uma reserva para este tipo de animal, em 1992, contribuiu para o aumento do número de habitats disponíveis. Atualmente, existem 67 reservas no país, que protegem 67% da população e perto de 1,4 milhões de hectares, informa o JN.

Partilha:

Comentários:

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.