Jason Haney criou um jogo “Onde está Wally?” para animar os dias das crianças hospitalizadas.

Onde está Wally nas construções

Quando Jason Haney foi contratado para trabalhar no projeto de construção do Memorial Children´s Hospital, no Indiana, ele quis fazer algo para alegrar os dias das crianças internadas no hospital. Afinal, esta é uma realidade bem conhecida pelo trabalhador da construção civil. A sua filha sofreu um ataque cardíaco quando ainda estava na barriga da mãe e, aos 3 anos, foi diagnosticada com lesões cerebrais que, segundo os médicos, poderiam limitar, permanentemente, a sua capacidade de aprender.

Para animar as crianças internadas, Jason começou por fazer um boneco de neve que vestiu com um colete e um capacete de trabalhador das obras. “Foi um grande sucesso”, contou ele à ABC News.
Quando a neve derreteu, o trabalhador substitui o boneco de neve por um insuflável, juntamente com um Sponge Bob também insuflável. Enquanto os prendia, um dos eletricistas disse-lhe, em jeito de brincadeira, que seria divertido fazer-se um jogo “Onde está o Wally?” nas obras. Isto fez Jason pôr mãos ao trabalho, criando, assim que chegou a casa, um “Wally” (personagem originalmente chamada “Waldo”) feito de madeira contraplacada e tinta.

Foi este o início do jogo. Jason tem escondido o seu “Wally” nas obras desde abril e as crianças não podiam ter ficado mais entusiasmadas com o jogo. “Tenho visto as crianças correr para a janela e procurar o Wally”, declarou Heidi Prescott, especialista em assessoria mediática do hospital. “Alegra, verdadeiramente, o dia deles.”
O jogo tornou-se tão popular que o seu autor criou um grupo no Facebook que dá às crianças hospitalizadas pistas para encontrar o Wally, através de fotos ou dicas. Assim que o encontram, as crianças identificam-no nas fotografias. “É como eu sei que elas o descobriram”, explica.

Jason Hane planeia continuar a esconder o seu Wally no local, apesar de este medir 2,40 m e de pesar cerca de 25 kg e ainda tem mais uma surpresa para estas crianças – está a construir uma equipa de Minions (“Mínimos” em português) para esconder, também, no seu jogo. “São mais fáceis de transportar”, disse.
E como esta é uma história cheia de finais felizes, a filha de Jason – que os médicos acreditavam que teria problemas de aprendizagem – concluiu o ensino secundário e prepara-se para entrar na Universidade.



Onde está Wally nas construções

Onde está Wally nas construções
Partilha:

Comentários:

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.