Genebra vai ter autocarros que carregam em 15 segundos. A tecnologia de carregamento mais rápida do mundo.

Autocarro TOSA

A empresa ABB recebeu uma encomenda da Empresa de Transportes Públicos de Genebra e do fabricante suíço de autocarros Hess para fornecer sistemas de carregamento rápidos e equipamentos elétricos de bordo para 12 autocarros totalmente elétricos TOSA (Trolleybus Optimisation Système Alimentation). Estes autocarros estarão disponíveis em 2018 e vão servir a linha que liga o aeroporto de Genebra ao metro da cidade.

A ABB vai fornecer e instalar 13 estações de carregamento rápido ao longo do percurso dos autocarros, bem como em 3 terminais e 4 estações de depósito de alimentação de energia. Esta será a tecnologia de carregamento mais rápida do mundo, a ligação do autocarro ao ponto de carregamento demora menos que 1 segundo. As baterias de bordo podem ser carregadas em 15 segundos com um aumento de 600 quilowatt de energia no ponto de paragem do autocarro. Um outro carregamento de 4 a 5 minutos, no terminal no fim da linha, permite recarregar totalmente as baterias.




“Estamos orgulhosos desta inovadora tecnologia, que vai contribuir para a visão da cidade de Genebra, de uma rede urbana de transportes públicos silenciosa e com zero emissões. É um modelo para o transporte urbano do futuro e reforça a nossa visão de mobilidade sustentável para um mundo melhor. De acordo com a nossa estratégia Next Level, estamos empenhados em desenvolver soluções focadas nas necessidades dos clientes e tecnologias que ajudem a reduzir o impacto ambiental”, disse o presidente da divisão Power Grids da ABB, Claudio Facchin.



Autocarro TOSA
Partilha:

Comentários:

1 comentários. Diz-nos o que pensas

  1. Muita mentalidade parola tinha de mudar em Portugal para isto funcionar! Começa logo pelo estacionamento! As paragens de autocarros estão quase sempre bloqueadas por carros que não permitem uma acesso que este sistema necessita. Mas em cidades civilizadas é sem dúvida algo com futuro! Desde que claro as fontes de energia sejam realmente sustentáveis (coisa raríssima neste planeta!)

    ResponderEliminar

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.