A Wood One, em Paredes, é a primeira fábrica do mundo autossustentável a energia solar.

Wood One

A Wood One, em Paredes, é a primeira fábrica do mundo autossustentável a energia solar. Tem 1485 painéis solares, sendo que cada um é capaz de produzir 400 kw por hora.
É uma empresa de mobiliário de escritório, geriátrico, hospitalar, escolar e de hotelaria de Lordelo, e há 8 anos esteve em vias de falir.

"Em 2008, a empresa faturava 500 mil euros, tinha 21 funcionários e estava prestes a encerrar. Decidi comprá-la, mantive os funcionários e investi em novas instalações e máquinas que nos permitiram fazer o que a concorrência não fazia", explica Manuel Luís Martins, CEO da Wood One.

A autossuficiência energética da fábrica era uma necessidade evidente: “só em energia elétrica, temos uma conta mensal de 7000 euros”.
As aparas de madeira recolhidas nas máquinas de corte de madeira são também aproveitadas para aquecer as estufas de pintura e a própria fábrica no Inverno.

"A única coisa que me tem aborrecido é que o contrato não me permite doar a energia que sobra durante o fim-de-semana quando não estamos a trabalhar. Tenho desgosto em pensar no desperdício, por isso estou a pensar criar postos de carregamento de veículos elétricos dentro da empresa para, ao fim de semana, as frotas das autarquias poderem vir aproveitar gratuitamente o que produzirmos. Caso contrário, temos de desligar os painéis para não haver sobrecarga", diz o empresário.

Fonte: DN
Foto: Igor Martins
Partilha:

Comentários:

4 comentários. Diz-nos o que pensas

  1. Olá Mab :) Criei um passatempo na página e convido-te a participar: http://bit.ly/29SflAC

    Beijinho*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Mel,
      Obrigado. Vou participar e divulgar :)

      Um abraço

      Eliminar
    2. Olá Mab.

      Há hoje em dia várias formas de censura, especialmente nos blogues. Umas mais divertidas que outras.

      Tem calma que não estou a referir-me a este espaço.

      Estou a falar do espaço da menina Mel. Já lá tinha comentado, e pelos vistos o meu pensamento é forte demais. Vai daí a maneira divertida de afastar pessoal indesejado é limitar o comentário via contas.

      A menina Mel já só gosta de receber comentários de pessoas com contas na google, os restantes animais... é para esquecer!

      Deixo aqui o comentário que ia escrever no blogue da Mel, nesta mensagem...

      "Já não tenho paciência para ouvir, e muito menos responder, às perguntas "Ah! Não comes carne? E peixe? Nada? És vegetariano?"

      Passei apenas a responder "Não! Só deixei de ser necrófago".

      E pronto. O silêncio saudável regressa.

      O motivo? Compaixão."

      Be cool

      Eliminar
    3. Esqueci-me! Se não posso escrever o que penso, também deixei de seguir o blogue.

      Be cool

      Eliminar

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.