As corridas de galgos ingleses vão ser proibidas em Nova Gales do Sul, na Austrália.

Corridas de galgos

As corridas de galgos ingleses vão ser proibidas em Nova Gales do Sul, na Austrália a partir de 1 de julho de 2017, anunciou o chefe do governo de Nova Gales do Sul, Mike Baird, segundo o qual “estes maus-tratos generalizados e sistemáticos aos animais" não podem ser tolerados.

Esta declaração seguiu-se a uma investigação ter encontrado evidências de crueldade contra animais, que incluíam a morte em grande número de galgos e o uso de iscos vivos.
Entre 48 mil e 68 mil galgos foram mortos nos últimos 12 anos em Nova Gales do Sul por serem lentos ou não serem bons para a corrida. A utilização de iscos vivos como, por exemplo, de porcos pequenos ou de coelhos vivos, é uma prática corrente.
Shantha Hamade da Animals Australia descreveu a decisão como uma decisão corajosa de acordo com as expectativas da comunidade”. “Esta é uma indústria que foi acusada de matar dezenas de milhares de cães saudáveis todos os anos – não nos podemos esquecer que os cães são também drogados para aumentar o desempenho nas corridas”, diz.

Os treinadores de galgos disseram que irão lutar contra a proibição.


Uma reportagem que expôs a indústria das corridas de galgos na Austrália:



Fonte: ABC Austrália
Foto: Fabian Bimmer/Reuters
Partilha:

Comentários:

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.