Postais vintage que eram usados como propaganda contra as mulheres sufragistas.


Estes postais vintage (1900 a 1914) eram usados como propaganda contra o sufrágio feminino e as sufragistas. O direito de voto era visto como uma ameça direta aos valores da família e ao lugar do homem na sociedade, mostrando-o muitas vezes em casa a tomar conta dos filhos e a limpar a casa.
Estes postais pertencem ao arquivo de Catherine H. Palczewski, professora na Universidade de Iowa do Norte, que os tem colecionado ao longo dos últimos 15 anos.


Quero votar, mas a minha esposa não me deixa. | No quadro: Todos trabalham menos a mãe: ela é uma sufragista.


Origem e desenvolvimento de uma sufragista. Aos 15 uma princesinha, aos 20 uma coquete, aos 40 ainda não se casou, aos 50 uma sufragista.


Quando as mulheres votarem. O trabalho do marido: segunda dia de lavar a roupa, terça remedar a roupa, quarta limpar a casa, quinta esfregar o chão, sexta ir ao mercado, sábado outros tipos de trabalho e domingo ainda mais trabalho.


Finalmente, paz.


Que divórcio?


No dia das eleições!


Não se preocupe, o pior ainda está para vir.


A vida é um aborrecimento, um atrás do outro.


A minha esposa juntou-se ao Movimento Sufragista (Tenho sofrido desde então!)


Isto não é um trabalho de homem.


O lugar de uma mulher é em casa.


O que eu faria às sufragistas.




A mãe ganhou o hábito.


Não fiz nada, mas não o volto a fazer.


As sufragistas a atacarem um polícia.


A descarregar no marido: digo-te que vamos ter o direito de voto.


Sufragistas que nunca foram beijadas.


Enigma: encontre o chefe de família


Ninguém gosta de mim por isso vou ser uma sufragista.


Fonte: Vintage Everyday e Bored Panda
Partilha:

Comentários:

2 comentários. Diz-nos o que pensas

  1. Que nojo de imagens -.- Deram a entender em quase todas que o sufragismo era uma tentativa de tirar os direitos do homem para que a mulher fosse a única privilegiada. É irónico como o tempo já passou e muitos homens (e mulheres também) também pensam assim sobre o feminismo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Mel,
      É assim que funciona a propaganda: desacreditar os outros e aumentar os medos de uma população (neste caso a população masculina).

      Um abraço,
      Mab

      Eliminar

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.