O foguete chinês Longa Marcha 7 colocou em órbita, o robô Roaming Dragon, que irá limpar o espaço.

Lixo espacial

O foguete chinês Longa Marcha 7 colocou em órbita, dia 25 de junho, o robô Roaming Dragon, que possui um braço para pegar nos resíduos de satélites e que os deverá devolver para a Terra.

Um investigador do Observatório Astronómico Nacional, de Pequim, disse ao jornal South China Morning Post, que "não é realista recolher todos os restos com robôs, há centenas de milhões de peças a flutuar no espaço".

A China realizou um teste anti-satélites em 2007 que destruiu uma base meteorológica chinesa em desuso e que provocou críticas em todo o mundo pela quantidade de lixo espacial produzido.
Tang Yagang, cientista da Corporação de Ciência e Tecnologia Aeroespacial da China, informou que o Roaming Dragon é o primeiro de uma série de robôs que têm a missão de limpar o espaço.
"A China, um país grande, comprometeu-se a controlar e a reduzir o lixo espacial. Para cumprir as suas obrigações, o nosso país está a desenvolver uma tecnologia avançada", afirmou.

Os EUA e a Europa estão também a desenvolver os seus próprios sistemas de recolha de lixo espacial.



Fontes: Space Daily e Sputnik
Partilha:

Comentários:

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.