O presidente de Buenos Aires, na Argentina, anunciou a intenção de encerrar o zoo da cidade, aberto há 140 anos.

Jardim Zoológico de Buenos Aires

O presidente de Buenos Aires, na Argentina, anunciou a intenção de encerrar o zoo da cidade, aberto há 140 anos.
“Esta situação do cativeiro é degradante para os animais, não é a forma de os proteger”, disse o presidente Horacio Rodríguez Larreta, numa cerimónia dia 23 de junho.
Os 2500 animais vão ser transportados para reservas naturais da Argentina.

O jardim zoológico de Buenos Aires é um dos principais locais turísticos da cidade, mas a falta de condições do zoo foi notícia nos media, pelo sofrimento causado aos animais de climas frios. Winner, o último urso polar do zoo, morreu há cerca de 3 anos devido às altas temperaturas e às condições inadequadas do espaço onde vivia.

“O mais importante é acabar com o modelo de cativeiro e exibição”, afirma Gerardo Biglia, advogado da ONG SinZoo.
“Nos dias que correm as crianças consideram óbvio que é errado enjaular animais”, diz Gerardo Biglia.

O zoo centenário vai ser transformado num parque ecológico para fins educacionais e num refúgio para animais resgatados do tráfico ilegal e irá reabrir no final deste ano, de acordo com o The Guardian.
Entre os 50 animais que vão permanecer no local, está Sandra, uma orangotango fêmea que ficou famosa depois do tribunal de Buenos Aires a declarar “pessoa não-humana” com direitos. Sandra é um orangotango híbrido (fruto do acasalamento entre um orangotango de Borneos e um de Sumatra) e que por isso não consegue socializar.
As autoridades responsáveis pelo fecho do zoo, garantiram que os animais que permanecerem não serão mais exibidos em público.



Fontes: Tvi24 e The Guardian
Partilha:

Comentários:

2 comentários. Diz-nos o que pensas

  1. Esta America Latina é o paraíso do exotismo politico. Um maná para os tudologos de pacotilha.

    ResponderEliminar
  2. Temos de enviar os animais dos países nórdicos até a este local para ver se aprendem alguma coisa!

    ResponderEliminar

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.