Em 2015, a receita das vendas de produtos biológicos nos EUA cresceu 11%, enquanto que o resto do sector alimentar 3%.

Cabaz de agricultura biológica

Nos Estados Unidos, as vendas de produtos biológicos têm crescido cerca de 10% anualmente, desde a Grande Depressão, segundo o Grist.

Em 2015, a receita das vendas de produtos biológicos aumentou 11%, enquanto que o resto do sector alimentar cresceu 3%, de acordo com o inquérito anual sobre a indústria da Associação de Comércio Biológico (Organic Trade Association). O total de vendas atingiu os 38,8 mil milhões de euros, o que faz da indústria biológica uma concorrente de peso. A Monsanto arrecadou cerca de 13,4 mil milhões de euros, no ano passado, e, em comparação, a Whole Foods (uma cadeia de supermercados de produtos biológicos) faturou um pouco mais do que esse valor.
Os alimentos biológicos só representam 5% do sector alimentar dos EUA, o que significa que têm margem para crescer.

Quando as pessoas têm liberdade financeira para fazer escolhas conscientes, a sua opção natural são as alternativas mais saudáveis.
O termo “biológico” é muitas vezes sinónimo de “mais saudável e saboroso” e de práticas ambientais mais responsáveis. Os preços mais elevados permitem aos agricultores ter maiores margens, o que faz com que invistam mais na qualidade dos seus produtos e na responsabilidade ambiental.
Partilha:

Comentários:

1 comentários. Diz-nos o que pensas

  1. E vai aumentar ainda mais... É a única solução para pararmos de comer venenos...

    ResponderEliminar

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.