Poderá a ajuda humanitária fazer mais mal do que bem? O documentário de Ricardo Pollack desafia a perceção comum através de 7 desastres humanitários.

Ajuda humanitária em África

O documentário The Trouble with Aid conta o que realmente se passou durante os piores desastres humanitários dos últimos 50 anos: desde a crise de Biafra, passando pela fome na Etiópia e a intervenção militar na Somália até à condição atual do Afeganistão.

A ajuda humanitária, apesar das melhores intenções, pode ter consequências inesperadas e terríveis.

Há cerca de meio século, um grupo de jovens embarcou numa viagem com a intenção de tornar o mundo num lugar melhor. A ideia era simples: queriam levar ajuda a quem tivesse necessidade dela; tratamento aos doentes; comida às pessoas com fome; refúgio aos que dele necessitassem. Acreditavam que temos o dever de ajudar aqueles que precisam, onde quer que estejam. Estes idealistas ajudariam a criar um novo fenómeno – o humanitarismo.

Muitas organizações humanitárias, como os Médicos sem Fronteiras, a Oxfam e a Cruz Vermelha, têm recolhido dinheiro para poderem oferecer ajuda, um pouco por todo o mundo. O que começou como um simples idealismo tornou-se numa economia global de ajuda humanitária que atrai não só louvores, como também muitas críticas.

No documentário “The Trouble with Aid”, o realizador Ricardo Pollack convida representantes das maiores agências de ajuda humanitária do mundo a darem o seu testemunho. As entrevistas são acompanhadas por vídeos e imagens de arquivo icónicos: crianças de barrigas inchadas pela fome, o projeto de ajuda humanitária da banda de Bob Geldof (Band Aid), a operação “Restaurar a Esperança” das Nações Unidas e os grotescos campos de refugiados de Goma.

Através de 7 desastres humanitários, o documentário dá uma imagem menos conhecida de um sector que é muitas vezes forçado a admitir, para sua própria consternação, que os trabalhadores humanitários são frequentemente confrontados com dilemas morais complexos e que, às vezes, as organizações de ajuda até contribuem para o conflito em questão.

Embora tenha sido criticado por alguns, segundo os quais apresenta uma visão parcial e incompleta, da qual faltam as opiniões das próprias vítimas desses desastres, o filme é, no entanto, uma análise séria de alguns dos problemas éticos da ação humanitária em cenários de conflitos políticos.

“The Trouble with Aid” desafia a perceção comum, fazendo a pergunta a que poucos estão preparados para responder: poderá a ajuda humanitária, às vezes, fazer mais mal do que bem?

Duração: 120 min.
Ano: 2012

Fontes: BBC e Trust.org
Foto: BBC

Partilha:

Comentários:

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.