Adriano Correia de Oliveira, um dos grandes nomes da música nacional, faria hoje 70 anos. tem vindo a ser esquecido
Adriano cantava para que aqueles que ouvissem as suas músicas tivessem coragem, se erguessem e lutassem contra a opressão.

Na "Trova do Vento que Passa", com poema de Manuel Alegre, uma das suas trovas mais conhecidas, pode ouvir-se este grito pela liberdade:

“Há sempre alguém que resiste
Há sempre alguém que diz não”
.
Adriano ajudou sempre nos movimentos estudantis na luta contra o regime salazarista.

Em 1969, o álbum “Adriano Correia de Oliveira” foi considerado o melhor disco do ano, o que o levou a participar no famoso programa de televisão “Zip-Zip” e em 1975 recebeu o prémio de melhor artista do ano, atribuído pela revista britânica “Music Week”.

Um artista extraordinário, que deixou canções eternas e que urge redescobrir.

Fonte: Os grandes portugueses
Partilha:

Comentários:

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.