Uma foto de Justin Bieber com um tigre num casamento chamou à atenção para o uso de animais selvagens como atrações em Festas.

Justin Bieber e um tigre acorrentado na festa de casamento do pai

Uma fotografia no Instagram de Justin Bieber, onde posa ao lado de um tigre de Bengala acorrentado durante a festa de casamento do seu pai, está a enfurecer as redes sociais.
Este caso serviu também para chamar à atenção para o uso de animais selvagens como atrações em festas.

A PETA reagiu à publicação da fotografia emitindo um comunicado no seu site.
“No sábado, 30 de abril, o pai do Justin Bieber deu uma festa em Toronto, no Canadá. Numa tentativa de divertir os convidados, tinha um tigre e outros animais, que aparentemente foram levados do Zoo Bowmanville para o evento. O que Justin e provavelmente os outros convidados não sabem é que Michael Hackenberger, o dono do zoo, foi acusado recentemente de 5 crimes de crueldade contra animais por causa de uma filmagem secreta da PETA, que o mostra a chicotear violentamente um jovem tigre numa sessão de ‘treino’ e depois a gabar-se disto. Hackenberger forneceu tigres para filmes como ‘A Vida de Pi’ e ‘Uma Entrevista de Loucos’”, diz o comunicado.

"Os animais exóticos, que são usados para entretenimento, são normalmente afastados das suas mães em tenra idade, são espancados pelos treinadores para lhes obedecerem e forçados a viver em jaulas. Podem até ser sedados para parecerem dóceis em festas como aquela em que estava Justin Bieber."

"Os tigres que são usados desta forma estão afastados de tudo aquilo que os poderia fazer felizes e nós só podemos imaginar que o tigre junto ao qual Justin posou tem vivido uma vida miserável. Justin e os convidados tiveram sorte de não terem sido atacados pelos animais selvagens. Em situações semelhante, animais já atacaram devido ao stress das suas vidas miseráveis", lê-se no comunicado.



Não devemos apoiar eventos ou festas que usem animais para entretenimento, e devemos aconselhar os nossos amigos e familiares a fazerem o mesmo. O dinheiro gasto nestes eventos e as selfies tiradas com animais em cativeiro ajudam a financiar o sofrimento animal.

Fontes: DN e PETA
Partilha:

Comentários:

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.