Uma investigadora portuguesa está a desenvolver um estudo sobre o impacto da transmissão à distância de um pensamento, entre duas pessoas.



Uma investigadora portuguesa está a desenvolver um estudo, em Lisboa, sobre a transmissão à distância de um pensamento, entre duas pessoas, e o possível impacto em quem o recebe.

O estudo pretende avaliar como se "comporta o cérebro humano quando emite, à distância, sem uma interação direta, a intenção e como reage o cérebro de quem recebe essa intenção", explica a investigadora de neurociências Anabela Ventura.

"Este é um trabalho sobre intenção humana, apesar dos desenvolvimentos recentes sobre a intenção na área da robótica, por exemplo, em que a intenção é usada para comandar braços robóticos ou exosqueletos em pessoas com mobilidade reduzida", diz a investigadora. Este estudo foca-se apenas "em pessoas e no impacto nelas", acrescenta.

O projeto recebeu uma bolsa de investigação da Fundação Bial e é também parte do projeto de investigação realizado no âmbito do doutoramento de Anabela Ventura em Neurociências na Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa.

"Será que afetamos os outros? E como é que isso se traduz em atividade cerebral", questiona a investigadora, que regista a atividade neurológica em 5 grupos de participantes voluntários.

Fonte: DN
Partilha:

Comentários:

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.