A Polónia aprovou a exploração madeireira em grande escala na floresta Białowieża apesar dos protestos de cientistas, ecologistas e da UE.

Bisontes na floresta Białowieża

A Greenpeace acusa o governo de ignorar os cientistas em relação à floresta Białowieża, lar de 20 000 espécies de animais e das mais altas árvores da Europa.

A Polónia aprovou a exploração madeireira em grande escala na última floresta virgem da Europa para combater uma infestação de besouros – Ips typographus -, apesar dos protestos dos cientistas, ecologistas e da União Europeia.
“Estamos a agir para restringir a degradação de habitats importantes, para inibir o desaparecimento e migração de espécies importantes deste local”, explica o ministro do ambiente, Jan Szyszko.

Szyszko garantiu que os planos de abate de árvores não se aplicariam a áreas protegidas da floresta primitiva que foi designada, em 1979, Património Mundial da UNESCO. Mas, segundo o novo plano, deitar-se-ão abaixo mais de 180 000 metros cúbicos de árvores de outras áreas da floresta, ao longo de uma década, tornando os planos anteriores que estipulavam 40 000 metros cúbicos, durante o mesmo período de tempo, diminutos em comparação.

A Greenpeace acusou o ministro de ignorar as vozes dos cidadãos e dos cientistas, a Comissão Europeia, a Unesco e as organizações de conservação”. Juntamente com outros grupos ambientalistas, a organização afirmou, também, que este abate de árvores poderia levar a UE a iniciar procedimentos punitivos contra a Polónia, por violar o seu programa Natura 2000.
Estendendo-se ao longo de 150 000 hectares, a floresta Białowieża passa a fronteira polaca com a Bielorrússia, onde está protegida, na sua totalidade, com um parque natural.

É lar de 20 000 espécies de animais, incluindo 250 tipos de pássaros e 62 espécies de mamíferos – entre os quais, o maior da Europa, o bisonte.
As maiores árvores do continente europeu – abetos com 50 m de altura, carvalhos e freixos com 40m – também prosperam aqui, num ecossistema intocado por mais de 10 milénios.

Fonte: The Guardian
Foto: David Levene
Partilha:

Comentários:

2 comentários. Diz-nos o que pensas

  1. Incrível como um único homem consegue provocar tantos estragos -.-

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Mel,
      Já sabemos que a Natureza nunca faz parte da agenda dos Senhores políticos...
      Um abraço,
      Mab

      Eliminar

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.