Sambo, o elefante no Camboja, que morreu de exaustão após 15 anos a transportar turistas.

Sambo, o elefante que morreu de exaustão no Camboja

Sambo, um elefante do Camboja, teve um ataque cardíaco depois de ter transportado 2 turistas – um de cada vez – até ao templo Angkor Wat, sob um calor de 40º. O veterinário concluiu que o animal teve um ataque cardíaco “devido às altas temperaturas, exaustão e falta de vento, que a teria ajudado a refrescar-se”, segundo o Daily Mail.
Várias pessoas exigem agora através de uma petição uma investigação à morte do animal, que tinha entre 40 e 45 anos, e trabalhava no templo desde 2001.

As autoridades estão agora a averiguar se Sambo foi vítima de maus tratos.
Um utilizador do Facebook acabou por divulgar fotografias do elefante caído na estrada. As imagens deixaram milhares de pessoas chocadas e deram força aos protestos que têm vindo a surgir nas redes sociais contra esta prática turística. Por ano, o local recebe 2 milhões de turistas, que fazem o percurso usando os elefantes como meio de transporte.

Fonte: Sol
Partilha:

Comentários:

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.