O perigo dos resíduos explosivos de guerra como minas e bombas está presente por todo o mundo mesmo nos campos onde crianças jogam futebol.

Crianças a jogar futebol em Myanmar

Grey for Good, o braço filantrópico da empresa Grey Group Singapore, juntou-se à ONG dinamarquesa DanChurchAid (DCA) para chamar à atenção para a necessidade de se criarem, nas zonas de pós-guerra espalhadas pelo mundo, comunidades livres de resíduos explosivos de guerra, como minas terrestres, bombas de fragmentação e munições não detonadas.
Esta campanha aborda um tópico muitas vezes descrito como um dos mais cruéis problemas a afetar milhões de civis em mais de 60 países um pouco por todo o planeta. E, embora ainda esteja longe de ser erradicado, este não é um tópico muito presente nos media.

Para mudar esta situação, a iniciativa #ClearThePitch criou uma ligação emocional entre este problema e um dos desportos mais mediáticos do mundo. O futebol é um desporto universal e é jogado nas ruas, campos, parques de estacionamento e muitos mais lugares.

Mas graças a resíduos de guerra como minas terrestres, bombas de fragmentação e munições por explodir, jogar futebol nos campos, em algumas partes do mundo, pode ser extremamente perigoso – especialmente para as crianças.

Com a iniciativa #ClearThePitch, pode ajudar a chamar à atenção para este problema e a tornar seguras estas áreas para que as crianças possam brincar sem preocupações, de novo.


Fonte: Inhabitat
Partilha:

Comentários:

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.