A autópsia de 13 cachalotes, que deram à costa alemã, demonstrou o efeito que os resíduos humanos podem ter na vida animal marinha, foram encontrados objetos como uma rede de 13 m ou um pedaço de plástico com 70 cm de um carro.
Os cachalotes que deram à costa de Schleswig-Holstein, na Alemanha, tinham entre 10 e 15 anos e pesavam à volta de 15 toneladas (um cachalote saudável pesa entre 32 e 41 toneladas).

Robert Habeck, ministro do ambiente de Schleswig-Holstein, afirmou que por vezes os animais “consomem plástico e resíduos de plástico que lhes causam sofrimento e, no pior dos casos, fazem com que eles morram de fome embora tenham os estômagos cheios.
Uma publicação no seu Instagram mostra-o a segurar a rede que foi encontrada dentro de um dos cachalotes.

Im Magen der Pottwale waren: 13m Fischernetz, Motorabdeckung Ford, Eimer und div anderer Müll.#meeresschutz

Uma foto publicada por Robert Habeck (@robert.habeck) a



O plástico que os seres humanos descartam para o mar acaba muitas vezes nas bocas e estômagos dos animais marinhos, resultando muitas vezes nas suas mortes.

Fonte: Observador

Partilha:

Comentários:

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.