"O filho de um migrante da Síria"
O artista britânico Banksy pintou Steve Jobs, filho de um imigrante sírio de Hons, numa parede de Calais, em França, onde está situado o campo de refugiados, conhecido como “A Selva”. Steve Jobs é retratado de pé, com um Mac (computador da Apple) numa mão e um saco ao ombro.

“Geralmente, somos levados a pensar que a migração suga os recursos dos países, mas Steve Jobs era filho de um migrante sírio. A Apple, a companhia mais lucrativa do mundo, que paga mais de 7 mil milhões de dólares de impostos, apenas existe porque um jovem vindo de Homs foi acolhido”, afirma Banksy na declaração que acompanha o trabalho no seu site.

Este trabalho faz parte de uma série criada por Banksy para criticar a atuação dos governos perante a crise de refugiados que a Europa atravessa. Numa viagem à cidade francesa de Calais, o artista pintou várias paredes da região portuária, onde centenas de refugiados aguardam pela oportunidade de viajar para o Reino Unido. O grafitter enviou, também, o material proveniente do desmantelamento do seu parque temático temporário, Dismaland, para Calais para servir como material de construção para os refugiados.

Fontes: RTP e Observador






Partilha:

Comentários:

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.