O Natal está associado às antigas comemorações do solstício do Inverno, marcava o retorno do Sol que garantia uma colheita abundante no Verão. Nesta festa, trocavam-se presentes e oferecia-se um jantar sumptuoso.
Nos nossos dias, assistimos cada vez mais a um Natal associado ao Consumismo.
Em baixo, apresentam-se ideias criativas para prendas e para tornar o seu Natal mais sustentável:

APOIE UMA ASSOCIAÇÃO que defenda os direitos dos animais, a Natureza, espécies em vias de extinção, lute contra a poluição, defenda os oceanos ou locais selvagens. Pode fazer uma doação e assim mostrar que o trabalho desta organização é reconhecido.
APOIE ARTISTAS LOCAIS OU NACIONAIS – Ofereça arte, prendas originais feitas manualmente por um artista da sua região ou país. O Etsy é uma comunidade que reúne artistas de todo o mundo. Exemplos de artistas portugueses no Etsy: Fulana Beltrana Sicrana, Toino Abel, Happy Paintings Home, Blota, Vera Rodrigues.
APOIE OS PRODUTORES REGIONAIS de compotas, azeite, chocolates artesanais, louça, sabonetes, cestas; os poetas e escritores, os músicos e os produtores de comida biológica.
Seja criativo/a e ofereça um cabaz de legumes biológicos e ervas aromáticas e adicione um chocolate ou uma compota artesanal.
OFEREÇA UMA CARTÃO PRESENTE para uma sessão de massagens, uma ida às termas ou de aventura na Natureza.
APOIE RESTAURANTES LOCAIS e os produtores de comida regional e biológica.
OFEREÇA OS SEUS SERVIÇOS a alguém – jardinagem, pintura, babysitting, cozinhar, escrever, etc.


OUTRAS IDEIAS:
  • Ofereça qualidade em vez de quantidade;
  • Faça as suas prendas;
  • Use papel reciclado para embrulhar os seus presentes ou com o símbolo FSC (Forestry Stewardship Certified);
  • Expresse o seu amor através de palavras, música, dança, de uma canção em vez de comprar algo já feito;
  • Faça os seus postais de Natal;
  • Ofereça livros inspiracionais que mostrem visões para um futuro melhor.
Precisamos de pensar, cada vez mais, onde aplicamos o nosso dinheiro, tempo e energia. Sempre que comprar algo lembre-se de ponderar sobre de onde vem o produto, se foi feito com amor (como na arte tradicional), o efeito que terá no ambiente, quanto tempo durará e quem ajudará com a sua aquisição (produtores locais vs corporações).

Fonte: wake up world
Partilha:

Comentários:

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.